Selv@gem...

 
Registro: 22/01/2019
+++Selvagem Temporariamente ou quem sabe permanentemente fora de área
Pontos27Mais
Próximo nível: 
Pontos necessários: 173
Último jogo

Flertando com o desastre

12/02/2019       

Quem luta com monstros deve velar por que, ao fazê-lo, não se transforme também em monstro. E se tu olhares, durante muito tempo, para um abismo, o abismo também olha para dentro de ti.

Friedrich Nietzsche

Uma vez contaminado, seu coração nunca mais aceitará a paz...
Eu não tenho mais paciência para uma porção de coisas que antes eu ainda insistia, rebatia, explicava... não que eu tivesse muita paciência antes, mas pelo menos eu tentava.
Provocação não faz mais parte da minha diversão, sim, porque eu me divertia "emputecendo" geral. Mas já deu... Provável que carregue esse estigma para sempre, e em cada texto escrito haverá alguém disposto a procurar a alfinetada escondida, subentendida... subliminar rsrsrs. Será que tem? vou deixar fácil para vocês e poupar seu tempo: não tem!
Talvez o jogo mudou, minha diversão que era a provocação converteu-se quase num enigma, adivinhação: se eu escrever abobrinha, o que será que vão entender? Algumas pessoas (as mais sensatas) entendem abobrinha, outras (as mais criativas) entendem jamelão, tipo a máxima - procurar cabelo em ovo.
Se procurar com afinco, encontrará maldade em tudo; se não encontrar é só dar asas a imaginação, e põe imaginação nisso. Mas porque essa necessidade de ser o Áz em encontrar segundas intenções? Porque um texto não pode ser apenas um texto? E por fim, porque não pode haver boas intenções no que eu escrevo?
Quando postei uma simples fábula do Monteiro Lobato, a pergunta que não quis calar foi: quem era o lobo? tipo de quem eu estava falando ao postar tal fábula? Neste ponto eu devo me desculpar, decepcionei muita gente ao responder que não falava de ninguém.
Quando postei sobre falsidade na internet, com intuito de advertir sobre tal coisa,  eu estava julgando as pessoas... será? Problematizar tudo é muito chato... achar que tudo é indireta para você, fulano ou ciclano é sofrido demais. Deviam estar em paz consigo mesmos... assim nenhuma carapuça serviria.
Solte as amarras... eu não tenho nada a ver com a vida de ninguém. Não quero saber quem é fake, quem tem dois dentes ou dois namorados, quem cuida da vida dos outros, eu de verdade não me importo com a vida de quase ninguém aqui, e digo quase ninguém por claro que tem meus queridos que sim, me importo e quero bem. O resto rsrsrs enfim....
Eu vivo mudando de opinião, mudando de perspectiva, experimentando novos modos de viver e de pensar, então claro que nunca serei a mesma... se você conheceu a Selvagem de três meses atrás, provável que hoje não me reconheceria não fosse o nick.

O apelo desse texto sem pé nem cabeça é: se eu tive problemas contigo no passado, saiba que para mim você está junto com o problema - no passado... Eu não tenho intenção de debater ideias com ninguém. Para os mais lerdos que ainda não entenderam é assim, quando eu quiser saber a opinião sobre qualquer assunto vou deixar no final do texto: deixe aqui sua opinião... (provável que nunca verão isso, mas fikdik). Eu não guardo rancor de ninguém, e já estou vacinada contra muita coisa aqui no GD, então, nem percam seu tempo. IGNORE ESTÁ AÍ PRA ISSO fikdik novamente

Bjo no coração de todos
fui que fui
Força, foco e fé..... e PAZ n34.gif?v=122